29 de janeiro de 2010

Amazon libera SDK para o Kindle

Na mesma semana que a Apple anunciou o lançamento de seu tão aguardado tablet PC - o iPad, a Amazon libera ferramentas para que terceiros possam criar aplicações e conteúdos para o dispositivo de leitura Kindle.

Apesar de ter saido na midia que alguns analistas acreditam que o iPad não substituirá o Kindle, é difícil não ver essa liberação como um movimento da Amazon para trazer para o seu lado produtores de conteúdo. Apesar do Kindle ser um aparelho exclusivamente para leitura (com tecnologia bem mais confortável para esse fim), o iPad é um computador e, como tal, pode ser usado para leitura e para muitas outras coisas, justificando uma preocupação da Amazon.

De acordo com a notícia publicada na InfoWorld, o SDK abre a possibilidade de que sejam desenvolvidas aplicações que exibam conteúdo dinamicamente:

A Amazon anunciou na última quinta-feira (28/01/2010) um kit de desenvolvimento de software para o Kindle, que habilita desenvolvedores de software a construir e carregar "conteúdo interativo" no aparelho.

O kit oferece acesso a interfaces de programação, ferramentas e documentação para construção de conteúdo para o Kindle. O kit também trás programas de exemplo e um simulador para construção e teste de conteúdos, simulando o comportamento do Kindle em computadores com sistema Mac, Windows ou Linux.

As possibilidades de conteúdo incluem livros de viagem que podem sugerir atividades baseado nas condições do tempo atuais ou de eventos que estejam programados no local, livros de culinária que recomendem um cardápio baseado no número de convidados de uma festa e histórico de alergia dos convidados, jogos com palavras, quebra-cabeças, etc. Os desenvolvedores poderão construir seus conteúdos e torná-los disponíveis através da loja do Kindle, a ser aberta ainda essa ano.

"O kit de desenvolvimento para o Kindle abre muitas possibilidades -- nossa expectativa é sermos surpreendidos pela inventividade dos desenvolvedores", declarou Ian Freed, vice presidente do Amazon Kindle.

Os desenvolvedores poderão disponibilizar seus conteúdos no sistema sem fio 3G do Kindle, através da rede Amazon Whispernet e exibí-los no papel eletrônico de alta resolução do aparelho. Esse papel se parece com papel de verdade e permite leitura da mesma maneira, diz a empresa. O Kindle contam também com um bateria que dura sete dias com a rede sem fio ativada.

Os participantes de um programa beta limitado no mês que vem poderão fazer o download do SDK, terão acesso ao suporte a desenvolvedores, poderão testar seus conteúdos no Kindle e submeter o conteúdo finalizado. Uma lista de espera para o programa também será oferecida.

Kindle e Kindle DX são leitores portáteis que permitem o download de livros, revistas, blogs e documentos pessoais através de rede sem fio e exibem esse conteúdo num visor com uma tinta eletrônica.

O texto original em inglês pode ser encontrado neste link.

Um comentário :

Alison Bissoli Dias disse...

Foi uma jogada e tanto! Alguém já brincou com o SDK?

Postar um comentário

OBS: Os comentários enviados a este Blog são submetidos a moderação. Por isso, eles serão publicados somente após aprovação.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.