3 de junho de 2009

Automatizando o Excel com scripts - Leitura

Há uma máxima que corre entre os fabricantes de ERP que diz que o maior concorrente dos ERPs é o Excel. Por sua versatilidade em fazer cálculos, sumarizar informações e apresentar resultados em gráficos, as planilhas Excel são uma opção difícil de bater. Mesmo quando o próprio ERP disponibiliza de forma nativa os mesmos recursos, sempre há os que se sentem mais confortáveis manipulando planilhas.

Com a ABC71 isso não é diferente. E como em casa de ferreiro o espeto é de pau, nós também temos nossas planilhas. Vou usar como exemplo um VBScript que usamos para carregar no banco de dados uma planilha de previsão de tempos de migração de fontes para Web, mostrando como ler o conteúdo. Um VBScript é um arquivo texto comum - a única diferença é que ao invés de TXT ele tem extensão VBS, podendo ser executado com um duplo-clique pelo Windows Explorer.

O primeiro passo é criar um objeto que representa a aplicação Excel.
Set objExcel = CreateObject("EXCEL.APPLICATION")

Isso carrega o Excel, permitindo que o script acesse seus comandos. Como quero trabalhar com um planilha que já existe, o passo seguinte é instruir o Excel a carregá-la. O Excel mantem uma lista das planilhas abertas em sua propriedade Workbooks; ela também é responsável pela abertura de planilhas:
Set objWorkBook = objExcel.Workbooks.Open("c:\Web\tempos.xls")

O layout da minha planilha incluir uma folha (Sheet) para cada um dos módulos do ERP da ABC71. Vou, então, montar um laço que me permita percorrer as informações contidas em cada uma das folhas:
For I = 1 To objWorkBook.Sheets.Count
Set folha = objWorkBook.Sheets.Item(I)
' Incluir aqui o processamento
' dos dados da folha atual
Next

Nesse trecho, usei a propriedade Sheets do Workbook (planilha) aberto. Ela lista todas as folhas da planilha atual. Count é a quantidade de folhas existentes na lista e Item permite acessar cada uma delas de forma independente, através da posição (índice) que ocupam na lista. Esse índice vai de 1 até a quantidade de folhas na lista.

Dentro de cada folha, tenho colunas com as previsões para a migração dos fontes pertencentes ao módulo. Há um cabeçalho na primeira e na segunda linha; portanto, vou começar a leitura na linha 3. Como não sei de antemão quantas linhas têm que ser processadas, vou percorrê-las até que não possuam mais dados.
lin = 3
while Trim (folha.Cells (lin, 1)) <> ""
on error resume Next

' Tratar dados da linha aqui

lin = lin + 1
wend

Uso a sintaxe Cells(lin,col) para obter o valor inserido numa célula específica - aquela que está onde a linha lin cruza com a coluna col. É importante observar que o valor retornado por Cells(lin,col) deve ser tratado com o tipo de dado apropriado. Isto é, as datas são do tipo Date, números são de um dos tipos numéricos (inteiros ou com decimais) e textos são do tipo string. Dependendo do contexto, será preciso realizar conversões entre os tipos de dados. Por exemplo, um comando SQL a ser submetido ao banco de dados é necessariamente um texto e dados que são numéricos - como Tempo em minha planilha - devem ser convertidos através da função CStr antes que possam ser concatenados ao comando:
tempoStr = CStr (folha.Cells (lin, 5))

Para finalizar, é preciso fechar o Workbook que foi aberto e descarregar o Excel quando ambos não forem mais necessários ao script:
objWorkBook.Close True
Set objWorkBook = Nothing
objExcel.Quit
Set objExcel = Nothing

Como isso é um script, também pode ser agendado como uma tarefa no Windows ou ainda ser incluído numa aplicação HTML.

Um comentário :

Ana Maria disse...

Olá, estes artigos são mesmo muito bons. Ajudaram-me a perceber muitas coisas.

Postar um comentário

OBS: Os comentários enviados a este Blog são submetidos a moderação. Por isso, eles serão publicados somente após aprovação.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.